Sobre o congresso / Sobre el congreso

Data de 1971, na Universidad de Madrid, a celebração do primeiro congresso internacional que reunia a comunidade académica em torno dos estudos sobre o romanceiro, pela mão do eminente filólogo espanhol Diego Catalán (1928-2008). O evento conheceu ainda mais três edições: a segunda, em 1977, na University of California, Davis, a terceira no Colegio de México, em 1982 e a quarta e última, em 1987, em Sevilla / Puerto de Santa María de Cádiz. Das ineludíveis repercussões destes encontros dão-nos prova as atas publicadas, onde figuram alguns trabalhos que atualmente constituem verdadeiros pilares da investigação neste campo da filologia.

Após décadas de interregno, com a organização deste V Congresso Internacional do Romanceiro pretende-se revitalizar um encontro científico cujo objetivo é promover a discussão em torno da investigação em torno da balada ibérica, que, atualmente, se encontra em curso e, ao mesmo tempo, difundir linhas de atuação, relações com outros géneros literários e com a tradição oral. Problematizar o romanceiro numa época em que o seu anunciado estertor tradicional colocará novos desafios, alimenta, sem dúvida, novas perspetivas de trabalho. A partilha de metodologias inovadoras, os problemas editoriais colocados pelos textos tradicionais, a perspetiva filológica comparatista, a criação de novas redes de trabalho e a utilização das novas tecnologias constituem, pois, apenas alguns dos muitos tópicos a abordar.