Sobre o congresso

O V Congresso Internacional do Romanceiro, a realizar em 22, 23 e 24 de junho de 2017, parte de uma iniciativa conjunta da Fundación Menéndez Pidal, do Centro de Literatura Portuguesa e da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra. É a primeira vez que uma universidade portuguesa acolhe este importante encontro científico, cujas anteriores edições decorreram na Universidad de Madrid (1971), na University of California, Davis (1977), no Colegio de México (1982), e em Sevilla/Puerto de Santa María de Cádiz (1987).

O Congresso insere-se nas atividades do Projeto “Catalogación, Digitalización y Edición del Romancero Tradicional de las Lenguas Hispánicas. Romances épicos e históricos de referente hispánico y francés (CADERT)”, que consiste numa ação de catalogação, digitalização e edição do romanceiro pan-hispânico promovida pela Fundación Menéndez Pidal e financiada pelo Ministerio de Economía de España. Por sua vez, a recente aquisição, pelo Estado Português, dos manuscritos autógrafos de Almeida Garrett referentes ao Romanceiro (Coleção Futscher Pereira), agora depositados na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, permitirá a apresentação pública deste valioso espólio, a que será dedicada uma exposição.

Revisitar o romanceiro numa época tão distanciada da produção oral tradicional representa um desafio cultural, mas suscita, por isso mesmo, novas abordagens e perspetivas de trabalho. Espera-se que este Encontro tenha ampla representação da comunidade científica que se dedica ao estudo do romanceiro tradicional ibérico, quer nas dimensões filológicas (cânone, crítica textual e humanidades digitais), quer nas vertentes culturais, poéticas e interartísticas. Pretende-se deste modo difundir a investigação em curso e, ao mesmo tempo, promover o debate em torno das linhas de atuação a seguir. A partilha de metodologias inovadoras, a discussão sobre os problemas editoriais colocados pelos textos, o enfoque filológico comparatista, a criação de redes de trabalho e a aplicação das novas tecnologias ao estudo do romanceiro constituem alguns dos muitos tópicos a desenvolver.

Neste sentido, a Comissão Organizadora do V Congresso Internacional do Romanceiro apela  à submissão de propostas de comunicação (de 20 min.) ou de painéis de três/quatro oradores (de 1h 15min.) nas seguintes áreas temáticas.

Áreas temáticas:

  • Arte poética do romanceiro (temas, motivos e formas)
  • Romanceiro e outras formas poéticas: balada europeia, cantiga narrativa, cancioneiro, oração, épica, etc.
  • Romanceiro da tradição antiga
  • Romanceiro peninsular: mentalidades e ideologias
  • Romanceiro, edição e crítica textual
  • Romanceiro e humanidades digitais
  • Romanceiro e cânone literário
  • A música do romanceiro